Eletrônica Silveira
Olá, Seja Bem-Vindo ao Fórum Eletrônica Silveira!!!!
Para você poder ver os mais variados Projetos do nosso Fórum, você precisa fazer o cadastro!

Depois de se Cadastrar, não se esqueça de ler as regras do fórum!

http://eletronicasilveira.forumeiros.com/t3-regras-do-forum#3


Administrador do Fórum,
Rafael Silveira
HOMENAGEM

Na vida tudo passa tudo acontece mas alguém igual a você a gente jamais esquece




★ 22 de novembro de 1991

† 12 de março de 2016

Nosso eterno amigo, administrador e fundador deste fórum
Quem está conectado
89 usuários online :: 10 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 79 Visitantes :: 2 Motores de busca

bucanian, caboaugusto, claudiomc9, HYSUB, Leonardo Angelo, marlonfc.costa, Pedro maestra, tec-luz, timon, vanilson pacce

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 264 em Seg 18 Mar 2013 - 11:54
Últimos assuntos
» AJUDA COM AMPLIFICADOR COM O TRANSISTOR 2N3055
Hoje à(s) 22:52 por caboaugusto

» MODULO COMPLETO STEREO 80+80w PARA PAINEL MP3 PLAYER
Hoje à(s) 19:11 por CMeletronica

» Divisor Nennis Capacitores
Hoje à(s) 17:02 por betotora

» Fonte chaveada compacta IR2153D - 10 x 10 cm
Ontem à(s) 22:28 por louroimortaldotempo

» Fonte chaveada com SG3525 - Half Bridge Versão FINAL
Ontem à(s) 18:43 por ziltecs

» CURSO DE REPARO EM PLACAS DE LAVADORA
Ontem à(s) 11:30 por carlos cristao

» duvida sobre saida
Ontem à(s) 7:31 por arthurnerd

» Amplificador digital mono de 3kw 2r
Seg 22 Ago 2016 - 19:59 por arthurnerd

» placas para amplificador class d
Seg 22 Ago 2016 - 17:30 por ray silva

» Protótipo Class D Com TL494
Seg 22 Ago 2016 - 16:42 por janio pereira

» na 2200 c turbo
Seg 22 Ago 2016 - 16:30 por marcomputter

» Fonte 250 AMP com SG3524 e Trafo Drive
Seg 22 Ago 2016 - 15:06 por phissico

» PI POLONÊS
Seg 22 Ago 2016 - 14:00 por compwelt

» PI POLONÊS
Seg 22 Ago 2016 - 14:00 por compwelt

» Duas Novas Versões Do IRS2092
Seg 22 Ago 2016 - 13:38 por grotrovri

Eletrônica Perez
CM Eletrônica
Top dos mais postadores
Rafael Silveira (7816)
 
Caca Silva (5916)
 
renatoscp (3774)
 
CMeletronica (3027)
 
michel chagas (2791)
 
Railson (2117)
 
alexsandro rodrigues de a (1718)
 
naldo santos (1558)
 
ablacon64 (1220)
 
gilvantexas (1060)
 

Medidor de Velocidade

Publicidade

Gerador com Ímãs Permanentes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Qui 7 Jun 2012 - 23:47

ATENÇÃO: MUITAS IMAGENS, AGUARDE O CARREGAMENTO.

Introdução

Esta página descreve como construir um "gerador de ímãs permanentes ( PMG ) ou "alternador", gera corrente alternada (AC). Não gera "tensão da rede" AC 110 ou 220V (para isso necessita de utilizar um inversor baterias). Gera baixa tensão em três fases AC, transformando posteriormente essa tensão em "corrente contínua" (DC) para carregar uma bateria de 12 volts. Este gerador produz energia com uma fonte mecânica de rotação, pode ser usado uma força hidráulica ou eólica.



O alternador é constituído por:

Apoios e veios;
Estator que contem bobinas de fio;
Estator que contem imãs permanentes;
Rectificadores de corrente.

O estator inclui seis bobinas de fio de cobre moldada em resina de fibra de vidro. O estator é montado na coluna, mas não se move. Fios das bobinas transportam a eletricidade para o retificadores que transforma o AC em DC para carregar a bateria. O retificador é montado com dissipador de modo a evitar aquecimento excessivo e a sua deterioração.

Os rotores são montados em rolamentos que giram sobre o eixo. O rotor traseiro está por trás e incorporado no estator. A parte frontal é externa, é fixa à parte traseira por veios que passam pela furação no estator. As pás da turbina eólica são suportadas pelos veios que atravessam toda a estrutura. Ao girar, os rotores com ímãs, produzem fluxo magnético que induz nas bobinas. Este fluxo magnético é que produz a energia elétrica.

Qual a função do alternador ?

O alternador é concebido para pequenos geradores eólicos (Figura 2), destina-se a produzir energia pela transformação da energia mecânica do movimento giratório das pás em energia elétrica.

Para construir um aerogerador completo é necessário ainda, uma torre: pode ser usado um tubo de aço apoiado com cordas ou cabos, um suporte giratório no topo da torre assegura que, através da orientação de uma pá, esteja sempre em posição frontal em relação ao vento; O conjunto de lâminas destina-se a girar o alternador.



Funcionamento

O gerador trabalha com baixas rotações. O gráfico mostra a potência disponibilizada pelo alternador. A 420 rpm que gera 180 watts, que são 15 amperes a 12 volts (12V x 15A = 180W). Em alta velocidade gera mais energia, no entanto, este aumento de velocidade e de produção de corrente provoca aquecimento nas bobinas diminuindo a eficiência. Para velocidades do vento maiores, é melhor mudar as bobinas do estator, usando diâmetros de fio maiores ou alterando a forma como estão ligadas.

Se for utilizado sempre com velocidades de vento elevadas, é melhor usar um fio mais grosso possibilitando assim o transporte de mais corrente sem aquecer excessivamente. Utilizando um fio mais grosso, o número de espiras nas bobinas diminui, não possibilitando a sua utilização com baixas velocidades.

Para usar o alternador em altas e baixas velocidades é possível mudar a forma de como as bobinas são ligadas. Existem duas formas de conectar os fios do estator ao retificador. Podem ser conectados em 'estrela' ou 'delta'. Detalhes das ligações
*Nota- A designação "DELTA" é também conhecida como ligação em triângulo.

Na figura 3 podemos ver o gráfico de energia versus velocidade. A ligação em Estrela começa a funcionar a baixa velocidade (170 rpm). A ligação Delta fornece uma potência mais elevada mas apenas a uma velocidade maior. Estrela é melhor com velocidades de vento baixas, delta é melhor com ventos mais fortes. Uma versão maior deste gerador seria capaz de fornecer mais potência em baixas rotações.



Cuidados e Precauções

Na construção e montagem do gerador tenha atenção para que os imãs não se soltem, em condições extremas se os imãs se soltarem, podem danificar o estator.
Siga as instruções de colocação dos imãs não cole simplesmente os ímãs nos discos de aço.

Não bater com o martelo nos rotores com os ímãs durante a montagem.

Cuidado para que haja uma distância mínima de 1 milímetro entre os ímãs e o estator, em ambos os lados.

(Para rotores mais pesados, ou para maiores velocidades, use um espaço maior.)
Não utilizar o gerador a velocidades superiores a 800 rpm numa turbina eólica. (Quando as turbinas eólicas estão em funcionamento, produzem-se forças giroscópicas sobre o eixo e os ímãs podem tocar-se.)

Não instale o conjunto de lâminas de rotor diretamente na frente do disco magnético de rotor, em qualquer ponto fora dos veios. Monte-o apenas nos parafusos e porcas que atravessam o disco.

Materiais:

FIBRA DE VIDRO
Resina de poliester (pré-misturada com acelarador) 2700 gramas
Catalizador(peróxido) 50 gramas
Talcum filler powder 1200 gramas
Fibra de Vidro 1 metro quadrado 300 gramas
Pigmento de cor se necessário 50 gramas
Massa de vidro
CABOS DE AÇO
cabo de aço inoxidável 2mm x 10metros 200
ÍMÃS
Grade 3 ferrite magnet blocks (premagnetised) 16 20 x 50 x 50mm

MATERIAL ELÉTRICO:

Fio cobre esmaltado para bobinagem 14AWG ou 1.7mm (ou 17AWG) 3000 gramas
Fio cobre flexível (+/- 14AWG) 6 metros
Ferro de soldar e isolamento para os terminais
Fita adesiva isoladora
Retificadores (2) 25A 200V
Dissipadores (pode ser usado uma placa de alumínio) 250 gramas
AÇO
Eixo 1 380 x 50 x 25 x 4mm 1100 gramas
Disco Placas Magnéticas (octogonal) 6mm x 305mm Diâm. Exterior 6000
Varetas (veios) com rosca 10mm 1000mm 500 gramas
Porcas 10mm 32
Anilhas 10mm 16
Varetas (veios) com rosca 8mm 400mm
Porcas 8mm 8
Porcas e parafusos 5mm para os retificadores 5mm x 20mm

Moldes, Formas e Apoios

Alguns dos moldes e apoios podem ser usados posteriormente se pretendermos construir um outro aerogerador





As bobinas serão feitas num molde de contraplacado (pode usar cartão, plástico ou outro apoio que permita bobinar). Como o número de espiras é reduzido (100 espiras), pode executar a bobinagem manualmente tendo especial cuidado para o fio ficar esticado. Para cada estator são necessárias 6 bobinas, é importante que o molde de bobinagem possa ser re-utilizado. A construção da bobina pode ser executada de várias formas, aqui fica um processo de fácil execução.



A parte que vai suportar o fio pode ser feita com duas peças e o interior com uma espessura de 13mm. A peça interior que vai suportar a bobina, é importante que não tenha arestas para que não danifique o isolamento do fio.



Moldes para os rotores
Os rotores para os ímãs são montados num cubo de rolamento (ver figura 10). O cubo tem um falange com furos. Pode haver quatro furos com 102 milímetros (4 polegadas)entre eles, o diâmetro de passo (PCD). Irá utilizar-se 102 milímetros de ( PCD).



Molde PCD

O Molde PCD será utilizado para furar os rotores e todos os componentes interligados. Os furos devem ser marcadas e perfuradas com muita precisão. (Veja Figura 11).

Corte um pedaço quadrado de 125 milímetros por 125 milímetros de chapas de aço;
Desenhe linhas diagonal entre os cantos e marque o centro exato;
Defina o compasso de 51 milímetros de raio (ou outro valor se o PCD for diferente)
Desenhe um círculo;
O diâmetro do círculo é igual ao PCD dos furos.
Marque ambos os pontos onde passa a linha do círculo.
Defina o compasso em 72mm
Marcar dois pontos exatamente esta distância das duas primeiras, sobre o círculo. (Se a PCD for diferente, esse tamanho não será 72mm.
Encontre o tamanho por tentativa e erro ou utilize a formula PCD = d / SIN (180 / n);
Faça quatro furos exatamente a 72 milímetros do centro do círculo. Use uma broca pequena e depois um maior.



Separador para os Ímãs

Este molde é para colocar os blocos de íman nos lugares corretos sobre os discos de aço. Apenas é necessário um molde. Faça o molde de 250x250 milímetros madeira prensada ou de alumínio (não de aço).



Marcar o centro da peça.(250 x 250mm);
Desenhe três círculos, com diâmetros de 50 milímetros, 102mm e 200mm, no centro;
Desenhe um par de retas paralelas, tangentes ao círculo de 50 milímetros, conforme mostrado;
Desenhe mais 3 pares de linhas retas com ângulos de 45 a 90 graus para o primeiro par;
Utilizando estas linhas, marca a posição do ímã, e corte o molde ao longo das linhas em negrito, como mostrado na Figura 12;
Desenhe uma linha ligando os dois centros de cada ímã oposto;
Coloque o molde PCD em cima do círculo de 102 milímetros, alinhados com os centros de ímã, e faça quatro furos para combinar os quatro furos nos discos de aço.

Moldes Estator e Rotores

Os moldes para o estator e rotores podem ser feitos de madeira ou alumínio. O formato da forma será a forma do lado de fora do estator. A superfície de cada molde deve ser perfeitamente plana. Os moldes devem ser fortes e leves. Não é fácil separar a "carcaça" do estator a partir dos moldes. Um martelo é geralmente uma boa opção. É impostante verificar se as bobinas encaixam corretametne no molde antes de o fazer. Aqui está um dos métodos para fazer os moldes com base em soalho de madeira.

Molde Exterior do Estator

Cortar várias folhas de revestimento (figura 13), com 500 milímetros de diâmetro.
Deixando uma de fora, em todas as outras corte um furo circular com 360 milímetros de diâmetro ficando um aro exteriror; (figura 14);






Desenhe um círculo de 360 mm de diâmetro no disco que resta (o que não foi furado);
Faça um furo de 12 milímetros no centro do disco, para ajudar a centrar;
Cole os aros em cima do disco de modo a que forme uma pilha com 60 milímetros de profundidade do furo (figura 15). Use uma boa quantidade de cola na parte interna dos aros;
O objectivo é desbastar o rebordo do molde para que fique uma diferença de 7 graus entre a base e o topo do molde.(figura 16).





para remover a diferença para o aro de topo, pode ser utilizado um torno, motor ou uma simples roda manual que permita a remoção do material excedente. Verifique se as bobinas encaixam facilmente no interior da forma. Execute a furação com s dimensões iguais ás anteriores







Estator Interior

Cortar discos com 370mm de diâmetro.

Fazer um furo de 12 milímetros no centro de cada;
Colar em pilha (figura 20), usando um parafuso de 12 milímetros centre-os;
A pilha tem de ter pelo menos 45 mm de espessura, o ideal é 50 mm;
Criar uma inclinação de 20 graus na borda e arredonde os cantos, de modo a reduzir o diâmetro de 368 milímetros para 325 milímetros;
Verificar se a forma exterior se encaixa sobre o molde interior, com 6 milímetros de separação. Em seguida, retire o molde interior a partir do painel frontal;
Desenhar duas linhas sobre a face maior do molde, distanciadas 340 milímetros (Figura 21);
Corte duas faces planas, como mostrado na figura 21





Rotores Magnéticos

O gerador necessita de dois rotores, apenas um molde é necessário para a sua execução. O molde externo é semelhante ao do estator mas mais fácil de fazer (Figura 22). Utilize o molde PCD para fazer os furos coincidentes com todos os outros. cada rotos necessita de um disco interno com os mesmo padrão de furação PCD (Figura 23).





Os moldes devem ser lixados e polidos tornando a sua superfície lisa, o acabamento deve ser feito usando verniz de poliuretano e finalizado com massa de polir. Não usar tinta normal, o calor do verniz fará com que a tinta fique com rugas dando ao projecto uma aparência descuidada.

Construção Estator

É conveniente verificar antecipadamente se as bobinas encaixam no molde.
Bobinas
Inicie a construção da bobina. O fio deve formar um 'S' evitando que o fio se enrole (Figura 26).





Dobrar uma ponta do fio 90 graus, 100 milímetros partir do fim.
Coloque o fio no bobinador deixando os restante.
Torça o final em torno de um dos parafusos borboleta.
Segure o fio entre a bobina e o bobinador com um pedaço de pano para manter a tensão.
sentido enrolamentos
Figura: 27 - Sentido Enrolamento
Inicie a bobinagem com um berbequim (Furadeira), motor ou manivela.
Faça a bobinagem sem cruzar fio. Construa a bobina em camadas. Contar o número de espiras com cuidado.
Quando a bobina é finalizada, passe um pedaço de fita adesiva nas bobinas de ambos os lados para que fiquem firmes. Não corte o fio do enrolamento até que esteja preso com fita. Cortar o fio no final com 100mm de distância da bobina.
Coloque a bobina sobre uma mesa (de modo a que todos fiquem exactamente da mesma forma (figura 27) Verifique se o fim e o inicio da bobina estão na parte superior e não debaixo da bobina.
Raspar o esmalte 20 milímetros no final do fio para permitir ligação eleéctrica.

Construção Rotores

Cada ímã rotor é colocado sobre um disco de aço com 6mm de espessura.

Não utilizar alumínio ou aço inoxidável para este disco! Os discos têm de ser feitas de material magnético (ferro, aço por exemplo). O disco possui quatro furos centrais para encaixar no cubo de rolamento com diâmetro de 10mm, em um círculo de 4 polegadas (102 milímetros) PCD.

Se o cubo for diferente, todos os encaixes e moldes devem ter essas dimensões. No centro do disco há um furo com 65mm de diâmetro. Devem haver quatro furos perfurados e com rosca para a haste M10 entre as posições do ímã, com uma PCD de 220 milímetros. Parafuso quatro pedaços de haste M10, 20mm de comprimento, para esses furos. O conjunto ficará ligado à resina contribuíndo para assegurar um bloco perfeito.





As placas de ímã devem ser planas, não deformadas. Não é fácil cortar o círculo exterior sem entortar a placa. A guilhotina pode cortar chapas de aço em um octógono (Figura 33), sem entortar a placa. É uma forma alternativa de fazer o disco. Cortar um quadrado, desenhar um círculo, em seguida cortar os cantos a 45 graus. O comprimento de cada aresta é de 116 mm. Os ímãs serão colocados nos cantos do octógono.

O furo central é efetuado com uma serra ou pode ser cortado no torno. Limpe os discos até ficarem brilhantes antes de os colocar no molde que os vai fundir coma a resina. Remova todas as impurezas. Há 8 blocos de ímãs em cada rotor. Cada bloco tem um pólo norte e um pólo sul (Figura 34).



Cuidado ao manusear os ímãs. Os ímãs podem danificar fitas de música, cartões de crédito e outros suportes magnéticos. Separar os ímans entre si deslizando-os. Nunca use um martelo para montar o gerador, A fragilidade dos ímãs podem fazer com que quebrem mesmo em pequenas quedas. Na face do topo, os blocos de íman no disco deve alternar NSNS. Existe uma forma de validar se a posição está certa. Ao aproximar um íman de um anteriormente colocado, este sofrerá atração, o lado que sofrer atração deve ser colcoado para cima no bloco seguinte. Depois de todos estarem colocados, valide se estão certos aproximando um imã a cada um, a sequência será um atrai e no seguinte repele.





Os dois rotores devem atrair-se mutuamente quando os furos de fixação são alinhados. Verifique se os ímãs próximos aos furos num rotor são diferentes do outro rotor (Figura 36).

Montagem rotor magnético

Figura: 37 - Montagem Rotor Magnético



Quando o gerador está em funcionamento os ímãs tentarão saltar dos rotores. Nos primeiros geradores construídos, verificou-se que, com os ímãs apenas colados aos discos de aço, quando o gerador atingia velocidades mais rápidas os ímãs saltavam do seu lugar e danificavam o gerador. Para evitar que se desloquem, devem ser inseridos em resina. A resina, por si só, não é forte o suficiente para segurar os ímanes, deverá existir um reforço. Enrolar fio de aço em torno do exterior dos rotores para prender os ímãs dentro do fio de aço, mas o aço terá tendência a anular e transportar os campos magnéticos, por esse motivo, deve utilizar-se cabo de aço inoxidável. Antes de embeber em resina, secar todos os componentes. Colocar 5 voltas de cabo de aço à volta do rotor. Evite que o cabo forme uma bobina.
Coloque quatro parafusos através dos furos no molde externo, a partir de baixo (Figura 37). Coloque um disco de aço no molde exterior. Coloque o molde interno na parte superior. Misture 200g de resina com catalisador 3cc. Com um pincél distribua ao longo do disco de aço. Adicione 20g de pigmento de cor, se necessário. Misture 100g de pó de talco com os restos da resina. Despeje essa mistura nas extremidades do disco até que preencha o espaço vazio, ao nível do topo do disco de aço. Coloque o separador na sua posição. Coloque os blocos de íman no disco de aço, dentro do estrtura de posicionamento. Cuidado para que os pólos dos ímãs fiquem na posição correta 8Figura 35). Com todos os ímãs colocados, retire a forma que pode usar para fazer o próximo rotor. Recorde que a posição dos blocos de ímãs devem estar em opsição de modo que os dois rotores se atraiam mutuamente. .

Aperte as porcas para os quatro parafusos e aperte o disco central para baixo no disco de aço. Misture 500g de resina com 7cc de catalisador. Adicione 300g de pó de talco. Coloque pequenas tiras de CSM entre os ímãs e na abertura exterior. Adicionar resina até o CSM ficar encharcado. Sacuda para remover bolhas do seu interior..
Coloque a bobina de fio de aço inoxidável flexível do lado de fora dos ímãs, em baixo do topo do molde. Não deixe cair o fio em cima dos ímãs..

Misture 500g de resina com 7cc de catalisador. Adicione 300g de pó de talco. Preencha os espaços entre os ímãs até que a mistura de resina alcance o topo do molde.

Deixar a mistura secar durante várias horas antes de remover os moldes. Seja paciente quando retirar os rotores dos moldes. Não use golpes de martelo violentos que possam danificar. Para remover acertar no molde e não no rotor.



Montagem
Cubo de Rolamento e Apoios

Soldar o eixo no furo de 25mm. Atenção para que o veio fique exatamente com 90 graus em relação ao apoio.
O cubo de rolamento (diagrama 40) se encaixa no eixo. Tem duas falanges com 50x25 milímetros de profundidade, com um espaçador entre eles. Utilize uma tampa de plástico para manter os rolamentos protegidos contra impurezas. Não se esqueça de lubrificar os rolamentos com massa lubrificante. Não os encha completamente ou efeito é o contrário.





Este gerador foi concebido por Hugh Piggott em 2001, estes diagramas e planos foram traduzidos e adaptados do original com autorização do autor. Estes esquemas e diagramas sofreram actualizações e melhorias durante os últimos 10 anos, brevemente contamos ter os diagramas dos novos geradores mais fáceis de construir. Informações adicionais destes planos podem ser encontradas em:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Glossário:

PCD = Diâmetro de Passo

Esta medida é apenas a distância entre o centro de dois parafusos diametralmente opostos. Na imagem, O PCD será a distância entre os furos 1 e 4 ou 2 e 3. Basicamente, o PCD pode ser encontrado através da multiplicação da distância do centro entre dois furos adjacentes por 1,701. Geralmente, o PCD pode ser calculado para qualquer circulo a partir do número de furos (N) e da distância do centro, medida entre dois furos adjacentes (d) como: PCD = d / SIN (180 / n).

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por alqudwa em Sex 8 Jun 2012 - 8:07

ehehe !!! ja estou estudando um projeto desse a 1 ano !!! so o que me falta são os inãs de neodine 60, que são caros por demais !!! e não encontro aqui no brasil !!! a principio seria um cata vendo, so que desisti para montar um motor magnético com um estator na ponta ! igual ao do vídeo !
so procurar no youtube
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Cuidado com os dedos, os imãs de neodine são muito, mais muito forte !!!
mais o que pretendo montar e isso aqui !

atenção especial aos 0:40 do vídeo !!!

flow !Positivo

alqudwa
CONVIDADO DE HONRA
CONVIDADO DE HONRA

Mensagens : 533
Data de inscrição : 17/03/2012
Idade : 33
Localização : Recife - PE - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Dom 10 Jun 2012 - 17:18

Thiago, se tiver mais detalhes e quiser completar, seria excelente! Gostei dos videos

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por alqudwa em Seg 11 Jun 2012 - 9:08

renatoscp escreveu:Thiago, se tiver mais detalhes e quiser completar, seria excelente! Gostei dos videos

pior que não tenho, ainda estou juntando dados que e muito desenformado !!!
o mais critico e a blindagem de um dos polos e o grao de inclinação dos imãs!

flow Positivo

alqudwa
CONVIDADO DE HONRA
CONVIDADO DE HONRA

Mensagens : 533
Data de inscrição : 17/03/2012
Idade : 33
Localização : Recife - PE - Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por Railson em Qua 13 Jun 2012 - 20:46

Esse projeto é bem interessante, gostei!

_________________

"A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos" Tiago 5:16


"Mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão." Salmos 37:25

Railson
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2117
Data de inscrição : 28/01/2011
Idade : 26
Localização : Natal-RN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por gilvantexas em Sab 7 Dez 2013 - 13:25

Eu desmanchei umas 20 unidades ópticas de dvd que eu tinha por aqui pra tirar os imãs de neódimio pra tentar fazer girar um mini disco, mais minhas experiências deu certo não, não conssegui fazer ele girar perpétuo não. Quem trabalha com informática e tem muitos hds queimado eles tem uns imás de neódimio bem potentes.

gilvantexas
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 1060
Data de inscrição : 01/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Sab 7 Dez 2013 - 22:30

gilvantexas escreveu: Eu desmanchei umas 20 unidades ópticas de dvd que eu tinha por aqui pra tirar os imãs de neódimio pra tentar fazer girar um mini disco, mais minhas experiências deu certo não, não conssegui fazer ele girar perpétuo não. Quem trabalha com informática e tem muitos hds queimado eles tem uns imás de neódimio bem potentes.
Não existe motor perpétuo, isso é pura ficção...

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por CMeletronica em Dom 8 Dez 2013 - 11:51

eu tambem acho que não pois vc pode fazer um motor girar por um ano mas neste um ano ele vai perdendo força devido a resistencia do AR , assim um hora ele vai para

CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3027
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 36
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Dom 8 Dez 2013 - 12:36

Energia não pode ser CRIADA, somente TRANSFORMADA... Isso é uma regra antiga... Se pudéssemos criar energia, nosso mundo certamente seria outro...

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por CMeletronica em Dom 8 Dez 2013 - 15:07

exatamente na vida nada se cria tudo se transforma , enquanto uns transformam energia em calor outros transformam calor em energia mas tudo tem sua perda

CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3027
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 36
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por gilvantexas em Seg 9 Dez 2013 - 10:33



Eu sou teimoso quando o povo diz que não existe ou não tem como aí que mim interesso mais ainda, esse negócio de energia livre, não é que não exista, acredito eu que possa existir sim, mais o governo não tem interesse nessa área o tanto de impostos que ele ia deixar de arrecadar, e se fossem feitos carros com essa tecnologia dizem que no japão ja tem motos desse tipo funcionando.
Nesse link emcina passo a passo como criar um prototipo que realmente funciona. [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

gilvantexas
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 1060
Data de inscrição : 01/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por edermiranda em Qua 15 Jan 2014 - 0:28

Aquele motor magnético é fake.

Porque você esta fazendo um gerador com imas permanentes?
Isso é tecnologia ultrapassada, lembra dos fuscas antigos? Viviam com a bateria arriada.
o Alternador é muito mais eficiente.

Desculpe pelo balde de água fria.

edermiranda
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 39
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 34
Localização : Palmas, TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Qua 15 Jan 2014 - 12:17

edermiranda escreveu:Aquele motor magnético é fake.

Porque você esta fazendo um gerador com imas permanentes?
Isso é tecnologia ultrapassada, lembra dos fuscas antigos? Viviam com a bateria arriada.
o Alternador é muito mais eficiente.

Desculpe pelo balde de água fria.

Concordo 100%... Apesar que esse gerador de imas permanentes na verdade, é MOTOR... O nome tá errado lá em cima... MAs continua sendo fake.

Eu desafio aqui, (sem truques), alguém que monte um motor PERMANENTE que funcione sozinho por tempo indeterminado, sem utilização de nenhum tipo de energia, seja eólica, combustível, elétrica...

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por CMeletronica em Qua 15 Jan 2014 - 13:15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3027
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 36
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Qua 15 Jan 2014 - 14:19

CMeletronica escreveu:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Tô no serviço... Assim que chegar em casa vou assistir, muito interessante esse assunto... Depois posto aqui o que achei do video. Mas existem várias teorias, alguns mitos tornaram-se tão populares que parecem verdade... Alguns lucram com isso...

Um exemplo é a venda de "kits de hidrogênio" espalhados pelo mercado livre... Kits que prometem economia de combustível por gerarem hidrogênio a partir da água, só que não avisam que esse processo é feito por eletrólise à uma alta corrente, e quem fornece essa corrente é o próprio alternador do carro, que é tocado pelo motor à combustão. Logo, essa energia não é "criada", e sim "roubada" parte da propria energia mecânica produzida pelo motor para depois devolver ao motor em forma de combustivel, e o pior, com grandes PERDAS.

Mas... Como o interesse é o lucro de quem vende, então, não é viável orientar quem compra... O mesmo ocorre com motores "perpétuos"... Oferecem uma idéia absurda papa por trás disso lucrarem com imensos artifícios que não garantem nada, estão sempre "dependendo" de algum "recurso adicional" ou estão sempre por trás de algum recurso conhecido, prometendo uma "ajuda" fictícia à esse recurso...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por edermiranda em Qua 15 Jan 2014 - 20:34

Eu tentei por dois anos usar hho, gastei muito dinheiro, fiz até um video
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Onde eu construi uma especie de rodagaz e usei com hidrogenio retirado da reação aluminio e soda caustica, armazenado em um balao.
Fiz reatores hho de todo tipo e nada, so perca de tempo.
Na internet sempre tem varios videos dizendo que alguem fez, mais é sempre cercado por uma nuvem de misterios, segredos industriais etc.
Não estou dizendo que so porque eu falhei voce tambem vai falhar, se conceguir compartilha com agente.

O Aero Gerador.
Estou ficando meio velho, rs, agora eu procuro mais praticidade, eu compraria um alternador de 40 amperes num ferro velho, uma bateria de 40A e montaria um sistema multiplicador de rotação pra atingir a velocidade minima de geração, uns 1200rpm,
é assim que funciona os industriais.
Eu ate gostaria de fazer um, mais aqui no tocantins o vento é fraco e inconstante, lugares no litoral é melhor para esta empreitada.

edermiranda
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 39
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 34
Localização : Palmas, TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Qua 15 Jan 2014 - 22:02

Pois é amigo... Vc provou minhas palavras, e o desafio continua de pé... rsrs

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por CMeletronica em Qui 16 Jan 2014 - 11:57

Amigo vc viu o video que postei o que achou ?
ele tem base teorica , fiz um pequeno teste rapido aqui e funciona sim

CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3027
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 36
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Qui 16 Jan 2014 - 19:01

CMeletronica escreveu:Amigo vc viu o video que postei o que achou ?
ele tem base teorica , fiz um pequeno teste rapido aqui e funciona sim

Opaa... Beleza meu irmão??

Desculpa a demora, tá um sufoco por aqui...

Acabei de ver o vídeo, e achei realmente muito interessante (e muito bem montado rs)... Meu desafio continua de pé...

Energia não pode ser CRIADA do zero, apenas transformada, e sempre com perdas nas transformações... Energia elétrica por exemplo, foi criada para TRANSPORTAR a energia de um ponto ao outro, onde ela pode ser produzida a partir de calor, ventos, movimento natural de água, combustíveis fósseis, etc... Sempre aproveitando alguma força da natureza, ou atômica...

Depois, ela é novamente transformada na energia que queremos em nossas casas, no caso, pode ser em calor novamente (chuveiro, ferro de passar, etc)... Ou em TROCA de calor para obtermos o frio (geladeiras, ar condicionado), ou até mesmo em energia MAGNÉTICA, que no caso se transforma em movimento através dos motores.

Sabem o que significa a "LEI DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA"? Pesquisem sobre ela, ou então apenas cliquem:

AQUI

"Em física, a lei ou princípio da conservação de energia estabelece que a quantidade total de energia em um sistema isolado permanece constante. Tal princípio está intimamente ligado com a própria definição da energia."

Ou seja, CONSTANTE significa que não se perde mas não se pode ultrapassar tais limites...

Liliano, eis aqui seu contra-vídeo:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

E uma matéria que trata exatamente sobre o vídeo que vc me mandou:

AQUI

Quem tiver com preguiça de clicar, leia aqui:


A força magnética é uma força conservativa. Isto significa que se pegar num íman e deslocá-lo entre dois pontos num campo magnético, a soma total de energia produzida ou despendida no processo é uma constante que não depende do caminho ou da velocidade que adotar para deslocar o íman entre aqueles dois pontos. Acrescente-se que se os pontos de partida e de chegada forem os mesmos, a variação da energia total envolvida no deslocamento através de qualquer caminho adotado, é exatamente igual a zero.

O mesmo é verdade se tentar mover uma massa entre dois pontos em um campo gravítico, porque a força da gravidade é também uma força conservativa. Pense, no caso ideal, numa máquina que eleva uma pedra do chão até uma altura de um metro. A máquina, nesse processo, gasta energia, pois através do seu motor, consumiu energia para elevar a pedra até um metro de altura. Mas imagine que a dita máquina também tem um gerador elétrico. Assim sendo, depois, poderia eventualmente recuperar essa energia, com o peso que a pedra efetua na máquina através da força gravítica. A energia consumida para subir a pedra, seria exatamente igual à energia produzida na descida da pedra (caso ideal, sem perdas).

Noutro exemplo, imagine que quer deslocar-se na sua bicicleta entre dois pontos diferentes em altitude, por exemplo, entre a base e o topo de uma certa montanha. Se ignorar a resistência do ar, a resistência dos rolamentos da bicicleta e outras formas de atrito, então é irrelevante o caminho que adotar entre os dois pontos ou o quão rápido se consegue deslocar. Se o ponto de chegada é mais elevado do que o ponto de partida, será necessário que adicione uma certa quantidade de energia, ou seja, terá de efetuar trabalho (força vezes deslocamento); se o ponto de chegada é mais baixo que o ponto de partida, você e a sua bicicleta receberão energia que será transformada essencialmente em energia cinética, tendo em conta a velocidade atingida. No campo gravítico ideal (sem atritos) se se deslocar para cima na sua bicicleta e voltar exatamente ao mesmo ponto para baixo por um qualquer caminho, a energia total será exatamente igual a zero, pois o trabalho que teve de efetuar para subir, foi compensado na descida, ou seja deu trabalho, mas depois recebeu-o, e no cômputo geral o resultado é nulo.

Os carros, motas ou outros quaisquer veículos precisarão sempre de energia para se deslocarem, porque a gravidade não é a única força em jogo, nem muito menos a mais dominante. Os atritos aerodinâmicos ou os atritos dos rolamentos por norma superam bastante num veículo os efeitos da força da gravidade. E todas estas formas de fricção ou de atrito, que estão presentes nos veículos, não são forças conservativas, pois na generalidade a energia de fricção é perdida em calor. Com o atrito, o sistema fica sempre a perder!

Um local onde o atrito é praticamente inexistente é no espaço remoto, fora do planeta terra. É por isso que a lua e os satélites artificiais oscilam “sem dificuldade” à volta do planeta terra, pois a força principal em causa é a força gravítica. Por exemplo, a lua à volta da terra demonstra de forma simples o princípio conservativo da gravidade, pois a sua trajetória é elíptica. À medida que a lua se aproxima do planeta terra, ou seja que a distância ou o raio de curvatura diminui, a velocidade da lua aumenta, mas a velocidade volta a diminuir quando a lua se começa a afastar novamente da terra. Este processo mantém-se.

Qualquer eventual máquina de movimento perpétuo, ou moto-contínuo, que faça uso de ímanes ou da gravidade incorre no mesmo erro teórico pois quer a gravidade, quer o magnetismo são ambas forças conservativas. Mesmo que no caso ideal, se eliminassem todos os atritos, a soma total de energia consumida e produzida seria exatamente igual a zero. É como um pêndulo, sem atritos no caso ideal, oscila eternamente, mas não gera energia por si, pois se colocarmos um pequeno peso no pêndulo para que este o eleve, na prática o pêndulo perderá “força”. É muito comum os inventores de moto-contínuos ficarem extremamente emocionados quando as suas máquinas produzem muita energia ao longo de um certo ciclo, mas as suas máquinas precisam sempre de consumir pelo menos essa mesma quantidade de energia, para avançar a máquina para o próximo ciclo. E isto é sempre verdade, não importa quantos ímanes ou pesos se quiserem usar, lembre-se apenas, que não há energia produzida do nada!

Uma força conservativa permanecerá sempre constante sob um dado conjunto de circunstâncias. Se colocar dois ímanes de uma determinada força a uma determinada distância entre si, a força entre os dois ímanes permanecerá constante para sempre. Se colocar duas massas a uma determinada distância entre si, a força entre as duas massas irá também permanecer constante para sempre. Neste sentido, a energia total num sistema conservativo não pode variar. Se a energia variasse num sistema conservativo podíamos “desligar” a gravidade após a descida de um pêndulo para que este começasse a acelerar eternamente, mas não há produção de energia vinda “do nada”. Num sistema conservativo, nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma. Quando um pêndulo oscila, no caminho para cima, a energia cinética transforma-se em energia potencial gravítica, na descida, a energia potencial transforma-se em energia cinética. Assim, uma máquina isolada nunca conseguirá produzir energia a partir do nada, tal é impossível.

Num motor magnético, podemos ter ímanes que se ligam ou desligam, denominados eletroímanes, mas qualquer trabalho aplicado ao rotor do motor vem sempre da energia elétrica aplicada aos eletroímanes, e é exatamente assim que funcionam os motores elétricos. Poderíamos num caso ideal sem atritos, ligando e desligando os eletroímanes, colocar um motor magnético a rodar eternamente sem gastar qualquer energia, tal como colocamos o pêndulo a oscilar eternamente sem lhe adicionarmos energia, mas ao mínimo esforço pedido ao motor do veículo, para acelerar o veículo por exemplo, seria pedida energia ao motor, e como “não há energia de borla” o veículo pararia! É como o pêndulo que oscila eternamente no caso ideal: se lhe colocássemos um pequeno peso no movimento ascendente, para que o pêndulo elevasse o referido peso, o pêndulo perderia “força”, ou seja diminuía o ângulo do seu período.

Força é diferente de Energia

Pensem sempre que Força é diferente de Energia. Um motor só pode gerar energia quando existe uma força e ao mesmo tempo movimento. O facto de haver uma força quase eterna e "forte" a puxar dois imãs nada garante. A Terra também exerce uma força sobre o seu corpo, que é "forte" e eterna, para que o seu corpo não se "desprenda" da Terra, mas o seu corpo, não é por isso, devido a essa força, que gera energia. O seu corpo só geraria energia, se do cume de uma montanha, você descesse com a sua bicicleta até à praia. Neste caso, a Terra puxá-lo-ia através da força gravítica, e ao se movimentar, estava a gerar energia (Energia cinética que depende da velocidade). Essa energia incrementaria com o tempo à medida que descia da montanha e seria E=(m*v^2)/2, que era o Trabalho (Energia) executado pela força da gravidade.

Mas quando chegasse à praia na sua bicicleta, se quisesse voltar ao pico da montanha, a gravidade já não o ajudava, aí teria que ir buscar energia a algum lado: aos alimentos para lhe darem força para pedalar para cima. Assim, o facto de dois imãs se atraírem nada garante, pois se largarmos os imãs eles aproximam-se um do outro, mas depois terá de gastar energia de fora, para os afastar e voltar a colocá-los no mesmo sítio. E como a força magnética é uma força conservativa, a energia que ganharia com a junção dos imãs provocada pela sua força de atração, seria exatamente igual à energia que teria de gastar, para os voltar a afastar novamente.

Quando me provarem que a lei da conservação da energia está errada, eu passo a acreditar em motores 'auto-suficientes'. Há apenas um facto a reter: “Não há energia vinda do nada”.

João Pimentel Ferreira
Eng. Eletrotécnico e examinador de patentes


Bom... Agora, não quero polemizar, muito menos duvidar do teste que vc realizou Liliano, mas apenas pedir que faça de novo, e construa um motor perpétuo então, filme e mostre aqui pra gente (sem truques), pois, meu desafio CONTINUA DE PÉ... rsrsrs...

Agora, essa é pra polemizar mesmo.... Pra que perder tempo com tudo isso se podemos gerar energia infinita com apenas 1 (UM) pequeno imã e 1 (UM) prego??? vejam:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Como podem ver... Não dá pra acreditar em tudo que vemos no youtube rsrsr...

Um abçooo!!!

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por CMeletronica em Qui 16 Jan 2014 - 21:44

cara essa do ima eu sei que não funciona , mas sobre o teste que eu fiz foi bem pratico e logico que não fiz ele completo mas pegue um motor pequeno cole imãs em seu roto e penda em uma base para que ele gire , dai coloquei imãs de polos inversos em circuilo ao motor que prendi , o que acontece em um momento ele vai ficar parado logico como vc disse energia não da pra criar do nada e sim transformar , com um leve toque olha que fiz so com 3 imãs no motor e 4 por fora o motor movimenta e da um giro sozinho e hora ele da mais de um giro hora não isso porque faltou imãs , mas vou montar um dai posto o video aqui eu sou teimoso rsrsr , pensamos um pouco quem diria que com uma impressora a laser fariamos placas mais profissionais que com as canetinhas agora ja fazemos melhor ainda , faça vc tb um teste e me diz

CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3027
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 36
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por renatoscp em Sex 17 Jan 2014 - 8:40

CMeletronica escreveu:cara essa do ima eu sei que não funciona  , mas sobre o teste que eu fiz foi bem pratico  e logico que não fiz ele completo mas pegue um motor pequeno  cole imãs em seu roto  e penda em uma base para que ele gire , dai coloquei imãs de polos inversos  em circuilo ao  motor que prendi , o que acontece em um momento ele vai ficar parado logico como vc disse energia não da pra criar do nada e sim transformar ,  com um leve toque olha que fiz so com 3 imãs no motor e 4 por fora o motor movimenta e da um giro sozinho e hora ele da mais de um giro  hora não isso porque  faltou imãs , mas vou montar um dai posto o video aqui eu sou teimoso rsrsr ,  pensamos um pouco quem diria que com uma impressora a laser fariamos placas mais profissionais que com as canetinhas agora ja fazemos  melhor ainda  , faça vc tb um teste e me diz

Bom dia irmão!!!

Desculpe meu "ceticismo" rsrsrs... Adoraria ver o vídeo!!! porém... Deixe ele girando por umas 2 horas, e me diz se vai continuar rs....

Abço!!

renatoscp
MODERADOR
MODERADOR

Mensagens : 3774
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 36
Localização : Santa Cruz das Palmeiras - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por jean_marcel em Sex 14 Fev 2014 - 15:27

CMeletronica escreveu:Amigo vc viu o video que postei o que achou ?
ele tem base teorica , fiz um pequeno teste rapido aqui e funciona sim


Olá boa tarde
Sou novo no fórum, faço eletrotécnica no senai de cascavel pr, sou mto curioso sobre esse assunto de gerador com ima, queria ver os testes da galera, tbm quero ver se consigo fazer testes com eles.

abraço a todos

jean_marcel
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/02/2014
Idade : 36
Localização : Cascavel PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gerador com Ímãs Permanentes

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 23:35


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum