Eletrônica Silveira
Olá, Seja Bem-Vindo ao Fórum Eletrônica Silveira!!!!
Para você poder ver os mais variados Projetos do nosso Fórum, você precisa fazer o cadastro!

Depois de se Cadastrar, não se esqueça de ler as regras do fórum!

http://eletronicasilveira.forumeiros.com/t3-regras-do-forum#3


Administrador do Fórum,
Rafael Silveira
HOMENAGEM

Na vida tudo passa tudo acontece mas alguém igual a você a gente jamais esquece




★ 22 de novembro de 1991

† 12 de março de 2016

Nosso eterno amigo, administrador e fundador deste fórum
Quem está conectado
23 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

alanjunior, varkrisz

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 264 em Seg 18 Mar 2013 - 11:54
Eletrônica Perez
CM Eletrônica
Top dos mais postadores
Rafael Silveira (7816)
 
Caca Silva (5945)
 
renatoscp (3825)
 
CMeletronica (3137)
 
michel chagas (2791)
 
Railson (2118)
 
alexsandro rodrigues de a (1776)
 
naldo santos (1599)
 
ablacon64 (1220)
 
gilvantexas (1061)
 

Medidor de Velocidade

Publicidade

Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Ter 19 Ago 2014 - 7:22

Pessoal, segue o esquema revisado do teste final...

Esquemático oficial:



Esquemático no formato PDF:

Copie e cole no navegador...

h**p://***.4shared.com/office/NPdHVzErce/INVERTER_POWER_BOARD_SCHEMATIC.html

TROCAR ** POR tt e TROCAR *** POR www

_______________________________________________________________________

Comprei os 2 pares de chaveadores aqui:

http://www.pontodaeletronica.com.br/Produto-PRODUTOS-Transistores-TRANSISTOR-IRG4PC50UD-NOVO-E-ORIGINAL-IR-versao-9307-9307.aspx

Agora é começar desenvolver um conversor DC - DC potente que possa entregar 1KVA na saída ACV. Sinceramente pessoal, estou pensando em trabalhar com duas baterias em série, ou seja, uma tensão de ( 27.6V ), e assim convertendo em uma tensão de ( 120 DCV ) estável para ser convertido em ( 120 Vrms ). Seria melhor para eliminar aquele efeito causado pela alta corrente...

É aí que o negócio pega fogo virado no 70. Fogo nos chaveadores e cabos elétricos kkkaaakkk.

Hora de faturar, fui....
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Qui 21 Ago 2014 - 18:25

Um modulador que poderá ser usado nesta etapa de potência:

https://imagizer.imageshack.us/v2/1000x651q50/838/4x3d.png


avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Qui 21 Ago 2014 - 18:29

.


Última edição por albert_emule em Qui 21 Ago 2014 - 19:43, editado 1 vez(es)
avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Qui 21 Ago 2014 - 18:54

Anderson M  lembro que você comentou que não queria ficar dependente de um CI tal como SG3525 kkkkkk.

Vejo que você ficou dependente dos CIs drivers rsrsrsrs.
Não deixa de ser CI kkkkkk

Neste caso, para "me tornar independente" eu preferiria usar transformador driver


Fica a sugestão para quem não sabe programar.
avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 28 Ago 2014 - 17:04

albert_emule escreveu:Anderson M  lembro que você comentou que não queria ficar dependente de um CI tal como SG3525 kkkkkk.

Vejo que você ficou dependente dos CIs drivers rsrsrsrs.
Não deixa de ser CI kkkkkk

Neste caso, para "me tornar independente" eu preferiria usar transformador driver


Fica a sugestão para quem não sabe programar.

Albert, é verdade disse isso lá no seu tópico do inversor 60 Hz onda senoidal modificada kkkaaakkkk. Eu consigo ficar independente do SG3525, porque é possível realizar tarefas complementares e precisas no MCU quem tem habilidade em programação. Mas no fundo eu gosto do SG3525 não vou negar, pois tenho dois aqui no estoque.

Quanto ao driver ou excitador como os dinossauros da eletrônica chamam composto por C.I's IR, confesso que é uma das opções e soluções prontas no mercado. O ponto negativo é que ele não é isolado por usar o mesmo GND do circuito.

Por isso eu utilizei esta configuração utilizando bC's e diodos rápidos no caminho entre os chaveadores e IR para inibir caso haja curto no chaveadores.  

Uma outra solução que seria aquela sua indicação ( TLP250 ) que é um driver isolado 100%, que poderia ser substituído como driver neste estágio, assim tirando os BC's e diodos de comutação rápida.

Eu gostaria de testá-lo ainda esta solução com ( TLP250 ), só não tenho uns pares disponíveis para testes, e fazer uma verificação se ele é se tem uma resposta linear do sinal SPWM. Você já testou esta solução antes???  


Quanto o trafo, eu acho esta solução monótona demais kkkaaakkkk, mas respeito quem gosta de utilizar esta solução...

_______________________________________________________________________


Tenho uma novidade, consegui uma fonte de SMPS simetrica 90V emprestada com um amigo e fiz outro teste ao extremo com uma tensão superior neste circuito acima. Tive um ótimo resultado...

Agora é inicializar o projeto do ( conversor DC-DC ).

Estou na dúvida cruel onde fazer o feedback, ou seja, no ( conversor DC-DC ) ou no ( Inversor DC-AC ) deste último circuito postado.

Dê sua opinião... Onde seria melhor fazer o controle da tensão???

O MCU do projeto será substituído por um PIC 18F252 que é superior ao PIC 16F628.

Ele contém dois módulos PWM dedicado por ( hardware ) que gera alta frequência, pensei em criar outros sinais PWM em outros pinos via ( software ) para utilizá-lo no ( conversor DC-DC ).

Ai temos uma desvantagem, o PWM via software só trabalha em baixa frequência por limitação, ficando na casa dos Hz.

O feedback seria feito utilizando o canal ADC do 18F252, também pretendo utilizar um módulo LCD indicando às nossas grandezas elétricas, como tensão da bateria, tensão de saída e corrente, e assim utilizar os resultados recolhidos no canal ADC para acionar um relé de proteção e um quando a tensão da bateria estiver no limite de corte ( 10.5V ).

Quero fazer um projeto que possa cumprir o combinado, simples e funcional com menor número de componentes possível, senão os brothers não vão se animar em montá-lo, vão dizer... Nossa Anderson M, quanto componentes kkaakkk.  

Antes de prosseguir com este projeto preciso terminar um outro projeto utilizando MCU, relacionado com amplificadores, acho que vai fazer sucesso aqui no fórum...



avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Sab 30 Ago 2014 - 23:32

Os TLP250 dispensam comentários.... São usados nos no-breaks importados das marcas Delata

Tenho visto isso nos delta de 3KVa
http://www.deltapowersolutions.com/en/mcis/1kva-3kva-single-phase-ups-n-series.php

É sempre interessante fazer o feedback na saída.
É interessante também realimentação negativa, semelhante aquelas feitas em amplificadores de áudio.
Isso reduz muito as distorções com carga não linear.

Existem uns no-breaks da linha Ten/Tetra da CP eletrônica, linha antiga...ele não usa realimentação para corrigir a senoide. Apenas pega uma amostra do nível médio e aplica a um amplificador de transcondutância, (com o ganho controlado por um nível de tensão), responsável por controlar a amplitude da referência senoidal.

Esse método de feedback funciona bem quando o barramento DC é estável e a carga é linear. No caso deste modelo da linha Ten, como ele não tem PFC (tem uma fonte simples com transformador e diodos..), na hora que a rede retorna, o barramento DC sobe repentinamente, fazendo com que a saída suba momentaneamente. E se a carga não for linear, a senóide fica distorcida.


avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qua 3 Set 2014 - 7:41

Sendo assim, vou utilizar o TLP250 no conversor DC-DC.

Neste caso vamos ter duas realimentação, no conversor DC-DC e também na saída do inversor. Ambas amostra de tensão serão enviadas ao ADC do MCU para ajuste individual da tensão, ajustando o ciclo de trabalho. Com isso teremos uma tensão estável e controlada na saída, ou seja, se houver queda de tensão da bateria, ou com adição de cargas na saída, sempre estará estável evitando distorções na onda senoidal lisinha hehehehe.  

Não tem jeito, o trafo do conversor DC-DC terá que ser de núcleo de ferro, pelo fato que expliquei sobre geração dos sinais de baixa frequência via software, por outro lado, um único MCU vai fazer, leituras de tensão e corrente, controle e acionamento.

Pretendo trabalhar com uma tensão de ( barramento DC ) em torno de 170V.  

Isso não tem como fugir caso o secundário seja calculado para 120 Vrms, o valor dará isso após retificado e filtrado.  

Uma coisa que acabei esquecendo, o filtro calculado que está sendo utilizado seria de segunda ordem.  

( Freq de corte )   =  freq modulação  / 10

( 1000 Hz )   =  10000 Hz  / 10


Como os valores do capacitor de 15 uf e indutor 3.33 mH o filtro passa baixa de segunda ordem ficou com frequência de corte com 712 Hz.  

Por isso que é importante não abusar, e trabalhar com uma frequência de chaveamento entre 9.5 Khz e 10 Khz kkkaaakkkk.


Ah, como sensor de corrente vou utilizar um ( ACS712 ) que é um sensor Hall...
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Qua 3 Set 2014 - 15:58

Trabalhar com tensão de barramento DC em torno de 170V não permitirá fazer correções das distorções harmônicas da senoide.

Por outro lado isso não impede de funcionar bem. Mas a onda vai ficar bastante distorcida com cargas não lineares, tais como computadores cujas fontes de alimentação não tem estágio PFC por exemplo.

Para um produto que será comercializado, ter distorções harmônicas maiores que 5% pode desvalorizar hehehehe.

Se bem que a maioria das pessoas não medem isso.
Mas sempre tem uns engenheiros exigentes que usam aqueles analisadores de rede fluke.

Se um engenheiro comprar um no-break destes e perceber que a distorção na saída está elevada, o cara vai lhe encher o saco kkkk

Para evitar isso, suba a tensão de barramento para 200 a 240V. Ponha uma realimentação negativa para que os 200 a 240V cair em 120V.

Se preferir, deixe sem hehehe.
avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 4 Set 2014 - 7:22

Obrigado Albert pela informação, já é um atalho importante ao projeto. Com o secundário calculado em ( 160 ACV ) então já teríamos em torno de ( 225 DCV ) após retificado e filtrado para receber o devido tratamento.

O querido SG vai entrar em ação no protótipo do conversor DC-DC, mas vale lembrar que é só para testes, assim testar alguns parâmetro do circuito, logo após o MCU fará o trabalho no circuito oficial.

Entendi o quis dizer...

Agora vou confessar algo que é revoltante e dificulta na padronização de projetos...

Olha apesar que muitos eletrônicos nos dias atuais que utilizam fontes SMPS que operam com tensões de 100 ACV - 240 ACV.

Até aí tudo bem, a fonte recebe uma tensão AC não importando se tensão é 100 ACV ou 240 ACV na entrada, logo após retifica transformando em DC, passa pelo estágio do oscilador da fonte e chaveadores que recebe esta tensão DC, transforma em AC em alta frequência e finalmente retificada e transformada em DC estabilizada.

Que processo louco...

Olha eu fico bolado com isso...

Não sei o motivo dos que se julgam inteligentes que cuidam do fornecimento energético do Brasil.

Por que não operar apenas com uma única tensão de 240 ACV e 50 Hz em todo território nacional???

Outra coisa, com os avanços das fontes não haveria necessidade de conversão da energia que vem lá de Itaipú que fornece 240 ACV e 50 Hz.

Os espertos convertem energia de Itaipú em DC para transformar em tensões de 120 ACV - 60 Hz e 240 ACV - 60 Hz.

Só para mudar o valor da frequência em 60 Hz.

Eu pergunto por quê ???


Frequência de trabalho de 50 Hz não faz diferença em aparelhos que usam fontes SMPS.

Que bonitinho, só o Braziiii Varonil quer ser diferente operando na frequência de 60 Hz, o mesmo acontece com o novo padrão de tomada adotada no governo do cidadão 9 dedos. Já no governo da Chucky onde os estrangeiros que visitaram o Brasil durante o período do espetáculo do circo, tiveram que utilizar adaptadores de tomadas para ligar os seus equipamentos hehehehehe.

Na boa meus caros, eles estão jogando energia fora, isso é um desperdício energético tensão de 120 Vrms fornecido em alguns estados.
 
Voltando....  

Albert, veja bem, esta versão que vou compartilhar no fórum será apenas um inversor senoidal. Ele terá base ao meu projeto principal que é uma verdadeira UPS com circuitos de controlador de carga de bateria em três estágio, proteções e funções adicionais.

Esta UPS pretendo comercializar junto com paineis fotovoltaicos e serviço de instalação.

O meu sistema vai funcionar no processo parecido como ( Grid Tie ), com algumas mudanças na instalação elétrica, onde cargas de menos consumo vai operar com energia proveniente do UPS, e cargas pesadas vai operar conectado à rede elétrica.

Detalhe:  

Haverá uma patente registrada, ou seja, não haverá esquemático e firmware disponíveis na net para infelicidade dos garimpeiros com suas peneiras de ouro, que adora ganhar $$$ com esforços e trabalhos dos idealizadores.


Detalhe: Não estou generalizando os participantes em geral...

_______________________________________________________________________

Quanto aos engenheiros, isso aí é relativo, se tratando de Brasil onde há muitas coisas erradas. Para conseguir uma patente é fácil com isso $$$ hehehehehe. No meio de ótimos profissionais existem os péssimos, isso é válido em todas as àreas.

Tirando o lado da corrupção do Brasil, mesmo assim pretendo ser honesto em desenvolver um produto que possa atender e corrigir os problemas gerados nas cargas não lineares que será conectado no UPS.


Curiosidade:

Há empresas com cara de madeira que vendem uma simples extensão como se fosse filtro de linha AC, abrindo estas extensões vemos apenas um fusível rápido de 5A, um LED com um resistor de 100 K em série.

Há também empresas que fecham bons negócios da China que não tem capacidade de desenvolver um produto nacional, preferem comprar solução pronta e fazer estamparias de fontes para desktop onde não há um filtro AC, estágio PFC e potência
duvidosa.

Só no Brasil e países da américa latina que estes produtos são aceitos. Lá na europa estes produtos são desprezados.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 4 Set 2014 - 7:45

Informação complementar ao tópico:

Cálculo de filtro passa baixa:

Segue uma calculadora que faz cálculos da frequência de corte, facilita para quem não gosta de fazer cálculos na unha, ou quem faz o cálculo e fica cabreiro com resultado final, isso tira prova.    

http://www.electronica-pt.com/mail/manual-electronica/278-circuito-ressonante

Basta digitar o valor do capacitor e indutância para descobrir o valor da frequência de corte...



Note: Capacitor de 15 uF e indutor com uma indutância de 3.33 mH

Frequência de corte de ( 712 Hz )

Se o valor da indutância for maior, o valor da frequência de corte será menor, mas é claro utilizando o capacitor de 15 uF.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Qui 4 Set 2014 - 20:01

Anderson M escreveu:Não sei o motivo dos que se julgam inteligentes que cuidam do fornecimento energético do Brasil.

Por que não operar apenas com uma única tensão de 240 ACV e 50 Hz em todo território nacional???

Outra coisa, com os avanços das fontes não haveria necessidade de conversão da energia que vem lá de Itaipú que fornece 240 ACV e 50 Hz.

Os espertos convertem energia de Itaipú em DC para transformar em tensões de 120 ACV - 60 Hz e 240 ACV - 60 Hz.

Só para mudar o valor da frequência em 60 Hz.

Eu pergunto por quê ???


Frequência de trabalho de 50 Hz não faz diferença em aparelhos que usam fontes SMPS.

Que bonitinho, só o Braziiii Varonil quer ser diferente operando na frequência de 60 Hz, o mesmo acontece com o novo padrão de tomada adotada no governo do cidadão 9 dedos. Já no governo da Chucky onde os estrangeiros que visitaram o Brasil durante o período do espetáculo do circo, tiveram que utilizar adaptadores de tomadas para ligar os seus equipamentos hehehehehe.

Na boa meus caros, eles estão jogando energia fora, isso é um desperdício energético tensão de 120 Vrms fornecido em alguns estados.
 


Quanto a Freqüência do sistema eu não teria como lhe responder com precisão, apesar de ter algumas suspeitas.
Não seria devido ao sistema ser integrado com freqüência sincronizada?
Acredito também que se injetar 50Hz na rede já existente, iria saturar um pouco mais os núcleos dos trafos, com as correntes de magnetizações que seriam maiores.
Haveriam muitas perdas de potência e a tensão chegaria mais baixa nas residências.
Em fim... Teria que refazer toda a rede elétrica do Brasil.
Acho que sai mais barato converter mesmo hehehehe.


Quanto a questão da tensão de 120 e 127Vac ser um desperdício energético eu discordo hehehehe.
Rola um mito por aí de que a tensão de 127Vac gera algum tipo de desperdício que 220V é mais eficiente. Puro mito sem fundamento.

O que muda são apenas as bitolas dos cabos:
Se numa rede de 220Vac você precisa de um fio com seção transversal de 10mm² para alimentar uma certa carga, em 127V você precisará de um fio com seção transversal de 17.5mm² para alimentar a mesma carga. E as perdas serão as mesmas, tanto em 127Vac como em 220Vac.

A tensão de 127V é menos perigosa.
Já pequei em dois fios achando estarem desligados. Eram de 220V. Fiquei paralisado sem respirar, sem poder me mexer e sem puder gritar. Fiquei assim por um tempo de 1 minuto até que o fio caiu de minha mão. 220V é muito perigoso.

Já 127V não tem este perigo. Os choques no máximos são dolorosos, mas não paralisam ninguém.

Veja o caso do japão
Um pais tecnológico do jeito que é e usam tensão de 100V nas residências.
Esta tensão é menos perigosa ainda hehehe.
Bom. Você vai afirmar que hoje temos dispositivos DR rsrsrs Tudo bem. Isso hoje.

Veja outras tensões e freqüência usadas munda a fora:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Eletricidade_dom%C3%A9stica_por_pa%C3%ADs







avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Seg 8 Set 2014 - 0:47

Sim, operação com sistema sincroniazado, os sistemas nacional são interligados...

Já tinha visto esta lista antes...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eletricidade_dom%C3%A9stica_por_pa%C3%ADs

Só que no Brasil o fornecimento com tensões de 127 ACV - 220 ACV é algo meio contraditório...

Muitos países adotam frequência de operação de 50 Hz, inclusive muitos países da velha Europa.

Não seria necessário mudar o sistema nacional, o que deve ser definido como padrão seria là em Itaipú fazendo mudanças nas turbinas para operação de 60 Hz.

Uma história bem interessante...

Itaipú, uma hidrelétrica que foi construída entre parceria de países como Brasil e Paraguai na época da ditadura, onde os dois países tem 50% de direito sobre esta hidrelétrica.

Ora, se cada país tem 50%, então os investimentos deveriam ser por igual vocês não acham??? Só quem pagou por esta obra ao longo período foram os nossos avós, pais, tios e claro nós também com impostos abusivos, enquanto o Paraguai não investiu em nada, e ainda por cima tem energia grátis, e ainda acaba recebendo pela venda dos 95% da energia que não usam, pois aquele país só consome 5% da demanda.

Estava tudo tranquilo, até um dia em 2008 o vossa excelência chamado Fernando Lugo ( de la republica del Paraguay ) revolveu cantar de galo e começou uma crise entre os dois países vizinhos. O vossa excelência Fernando Lugo achou que o
Brasil estava dando uma rasteira pagando um valor simbólico pela energia vendida, que isso era sacanagem dos brasilenõs.

Então o vossa excelência 9 dedos triplicou o valor, mas o vossa excelência Fernando Lugo não ficou satisfeito, então os dois vossa excelência ficaram de mau. O vossa excelência 9 dedos suspendeu o Paraguai do Mercosul.

Em 2011 surge outro vossa excelencia ( de la republica del Paraguay ), sucessor chamado Federico Franco, à luta continua, então faz ameaça que não iria fornecer energia elétrica ao Brasil e Argentina, sobrou até para os hermanos que não
tinham nada haver com o peixe hehehehe.

No Brasil em 2011 quem estava já na cadeira presidêncial era então à vossa excelência Chucky, a gatinha do planalto, então seguiu com as negociações do antecessor. Ela resolveu aceitar o acordo de pagar mais, ainda por cima ajudaria financiar uma linha de transmissão no Paraguai. Lá no Paraguai o atual vossa excelência Federico Franco abriu aquele sorriso com excelente negócio fechado, ainda por cima rindo de nós  ( brasilenõs ), seria nós quem iria pagar esta obra.

Em outras palavras, Itaipú pertence ( de la republica del Paraguay )....

Fazer mudança de frequência em 60 Hz por lá seria impossível, se vacilar eles desligam os cabos por lá ficaremos nas escuras...

Esse negócio de sociedade não dá certo, o elemento que fez esta sociedade naquela época só podia estar doidão, hoje em dia não existe nem pó dele, mas sem dúvidas ele deixou uma herança de um péssimo negócio que gerou confusão.

Sempre foi assim, os caras perdoam dívidas externas de países ditadores da Africa, faz uma mega construção de um porto em Cuba entre muitas coisas feitas.

Estes cumunistas são revoltante.

Sempre foi assim, os caras são camaradas demais. Os antigos e atuais presidentes deste países, só pensam em ser santinhos e madres nas custas dos brasileiros, sabe por quê??? Se algum dia surgir uma nova inteverção militar, eles terão apoio deste países que fizeram benefícios para se esconder como uns covardes quando o chicote estralar.          

Rapaz, logo logo mais um patrimônio nacional será de estrangeiros, no caso da Petrobrás. Falando em Petrobrás que seria uma estatal que gera outra fonte de energia com seus derivados.

Nós pagamos um valor absurdo com um produto nacional, enquanto na Argentina eles pagam um preço simbólíco do mesmo produto fornecido. Que coisa não???

_______________________________________________________________________


Voltando ao assunto....

Continuo afirmando que tensão de ( 120 ACV ) fornecido aqui em São Paulo - SP é um desperdício energético kkkaaakkkk.

Digo isso porque há muitas irregularidades nas residências por usarem bitolas de menor calibre nas instalações residências pelo custo final da instalação.

As autoridades que cuidam desta àrea somente prestam devida atenção aos edifícios residências e comerciais, que devem respeitar com rigor às normas técnicas da ABNT, senão parceiro, é $$$$ para o sistema.

Note: Eu próprio resido numa região onde o fornecimento de tensão é 120 ACV máxima, já fiz várias medidas. No período das 18 hs, esta tensão cai para 117 ACV devido muitas cargas ligadas simultâneamente.

Nos dias atuais eu sou contra esta tensão primária de 120 ACV...

Ai vão perguntar.... Mas por quê??? Simples, uma perda em massa em forma de calor nos condutores, os consumidores pagam pelo calor inútil por usarem bitola de menor calibre. Quem deve consumir energia é o equipamento, não o condutor elétrico.

Tensão superior vai reduzir os custos nas instalações com condutores de menor calibre.

Os tontos adotam este tipo de fornecimento, jogam energia fora pelo efeito ( Joule ) e depois ficam fazendo campanhas em meios de comunicação sobre uso correto da energia elétrica.  

Anos atrás já fiz prestações de serviços como eletricista, já ví cada coisa que é brincadeira, onde deveria ser um condutor de 4mm² estava sendo utilizado 1.5mm². Onde deviria ser condutor de 10mm² estava sendo utilizado 6mm².

- Há também casos onde os disjuntor do ( QD ) ficam desarmando o esperto faz troca por outro de amperagem superior, esquecendo de trocar o condutor por maior bitola.

- Onde deveria ser utilizado disjuntores DIN ( classe B ) são utilizado o ( Classe C ).

Aqui em São Paulo esta rotina rola solta.

Serviços bem típico de porcalhões do mercado de trabalho, Eles nem conhece aquela equação mágica de um Sr bem conceituado que nasceu no século XVIII.

Eu mesmo já deixei de executar inúmeros serviços para clientes que comprou os cabos elétricos de bitola de menor calibre.

- Tô fora, depois quem terá que responder por homicídio sou eu.  

Fornecimento de 120 ACV como tensão primária para as tomadas de uso geral em São Paulo - SP é desperdicio sem dúvidas, pelos motivos dito nos comentários acima.

As concessionárias adoram isso, pois o sistema de cobrança em residência seria por KW/h.

- O contador analógico é suspeito, ele próprio faz consumo que será acrescentado na fatura.

- Tá aí mais uma forma de faturar nos contadores analógicos...

Por que eles não trocam por um sistema digital homologado, e ainda por cima com baixo consumo???

O sistema seria mais barato, eficiente. Tá aí uma ideia, seria possível até calcular o valor de KW/h consumido e assim convertendo o valor em R$ para o consumidor visualizar, seria uma forma honesta. Ainda por cima podria fazer muitas
implementações ao sistema.

______________________________________________________________________

Tenho uma convicção que há um forte interesse financeiro das indústrias de fios e cabos elétricos com fornecimento de  tensão 120 ACV.

O novo padrão de tomada foi adotado, um meio de obrigar todos os lares trocá-las pelo novo padrão, um jeitinho de faturar em conjunto com às indústrias, sendo que uma vasta parte das residências não utilizam proteção ( terra ) com o novo padrão
de tomadas.  

A tensão fornecida na região onde eu moro seria de 120 ACV e 240V, pelo sistema ( 2F + N ).

O 240 ACV é composto por fase + fase, somente utilizado em chuveiro elétrico, torneira elétrica, ar condicionado.

Vantagens do sistema ( 2F + N ):

Distribuir cargas linear das cargas não lineares entre fases e neutro, ou seja, separar iluminação incandescente das cargas não lineares para evitar interferências na iluminção.

Hoje em dia isso não tem muito importância com surgimento em peso das lâmpadas eletrônicas.

Desvantagens do sistema ( 2F + N ):

Caso haja falta do neutro haverá falta referência ( 0V ), aí você já sabe o que acontece....

Onde deveria ter 120 ACV vai ter 240 ACV, e aparelhos eletrônicos que fazem uso daquela chave seletora de voltagem já
era...

______________________________________________________________________


Tensão de 127 ACV é menos perigosa, nem tanto...

Bom, uma tensões de 100 ACV, 120 ACV e 127 ACV pode causar à morte do ser humano. Vale lembrar que nós somos vulneráveis.

No seu caso você deve ter recebido uma corrente da ordem de ( 0.035A ) típico da corrente de agarramento e perda do movimento muscular e início de parada respiratória. Você teve sorte do condutor escapar por sí próprio da sua mão.

- Infelizmente é triste dizer, mas recentemente um garoto conhecido chegou ao óbito, ele estava empinando pipa na laje de sua casa, choveu de madrugada, laje úmida e ainda estava descalço, então aconteceu algo lamentável. Ele recebeu uma descarga com uma tensão da ordem de 120 ACV levando ao óbito, ele tinha apenas 12 anos de idade.

Lamentável...

- Causa da morte foi por ( fibrilação ventricular ), segundo o laudo médico.

Acredito que não seja somente tensão o elemento, pode ser até uma tensão 70 ACV que é perigoso, pois temos outros elementos como intensidade de corrente e frequência da rede 60 Hz causam estrago ao corpo humano.

Para rede elétrica somos apenas uma carga ( Resistor de fio ) que poderá assumir um valor baixo conforme o estado do indivíduo, assim ao ponto de ser um condutor elétrico perfeito, facilitando circulação da corrente elétrica.

Já estamos conectados ao neutro por natureza, bastando apenas encostar no condutor ( fase ) de forma arbitrária.  

Alguns sobrevivem por milagre sem acontecer nada, outros sobrevivem com sequelas deixadas...    

______________________________________________________________________

Você foi mais rápido em dizer do dispositivo DR, por isso acho que nos dias atuais o valor de tensão 120 ACV deverá ser banida, e definir um padrão único de 240 ACV em todo território nacional.

Eu utilizo esta maravilha de dispositivo, posso dizer que é bem eficaz, mas é claro...

- Sistema de aterramento eficaz.

- Instalação elétrica deve estar 100%, sem fuga de corrente.

- O chuveiro elétrico e toneira elétrica deverá ser do tipo blindado, pois os do tipo  comum faz o DR ficar desarmando.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Seg 8 Set 2014 - 0:50

Albert, já houve uma guerra das correntes entre Thomas Alva Edison e George Westinghouse no século XIX. No século XXI é nós que estamos em discussão qual tensão de trabalho padrão o Brasil deve adotar kkkaaakkk.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por albert_emule em Seg 8 Set 2014 - 10:13

Esta sua tensão aí de 120V / 240V não parecem ser duas fases defasadas em 120 graus, como as usadas nos sistemas trifásicos. Caso fosse, a tensão maior teria que ser de 208 não de 240V kkkk
É apenas um trafo monofasico com duas derivações de 120V na saída.

"- Há também casos onde os disjuntor do ( QD ) ficam desarmando o esperto faz troca por outro de amperagem superior, esquecendo de trocar o condutor por maior bitola.

- Onde deveria ser utilizado disjuntores DIN ( classe B ) são utilizado o ( Classe C )."


Existe aí um descumprimento das normas. Isso também vale para as bitolas dos cabos rsrsrs.
E poderia acontecer o mesmo em 220V como eu mesmo já vi.


Mas você tem razão rsrsrs.
Tensões de 120 a 127 fazem as instalações ficarem mais caras.
E hoje em dia temos DR, melhor as tensões maiores mesmo.

Aqui onde moro tenho as duas tensões:
O sistema é trifásico 127/220V, então as casas recebem duas ou três fases com o neutro.
Tem-se o 220V e tem-se o 127V.
avatar
albert_emule
Avançado
Avançado

Mensagens : 398
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 34
Localização : Salvador BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Ter 9 Set 2014 - 16:14

Exatamente, o sistema de forneciamento é monofásico ( 2F + N )...

Os descumprimento das normas técnicas são muitas em propriedades privada de pequeno porte, que clientes querem economizar, e não percebe o quanto vai lhe custar caro, ainda vai pagar por uma má escolha por 20 anos com uma instalação mal dimensionada, pagando uma fatura alta com calor inútil gerado nos condutores, e o pior colocando à vida da família em risco.

Como um velho ditado: O barato sai caro...

Os colegas que prestam serviços precisam ficarem espertos com instalações elétricas feita por pessoa sem qualificação técnica, e não confiar na coloração dos condutores, senão parceiro é só lamentação ao estar nas nuvens hehehehe.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 25 Set 2014 - 12:55

Albert, foi feita uma aquisição de novos capacitores polipropileno com seguintes valores abaixo:

15uF X 250V 50/60Hz

30uF X 250V 50/60Hz


Novamente peguei aquela fonte SMPS de ( 90 DCV ) de um amigo para injetar ao ponto ( Vbatt ), então foi efetuado novos testes neste circuito desta última imagem postada, ou seja, circuito de saída do inversor.


Uma coisa você vai concordar...

Usar apenas um único capacitor no ( filtro LC ) seria um erro, pois capacitores para circuitos sintonizados é algo que prega surpresas.

Na prática existe aquela coisa chamada tolerância que faz os cálculos de aproximação feitos na unha e calculadoras cairem por terra.

Por que não só utilizar apenas um único capacitor de polipropileno de 15uF???

- Simples, na prática estes capacitores de polipropileno, poderá sofrer variação brusca do valor de capacitância, ou seja, ao medir com um capacímetro eles poderão estar abaixo de 50% ou até mesmo esgotado, ou seja, capacitância ( zero ).

Este fato já foi comprovado em equipamentos que utilizam estes capacitores de polipropileno.

- Esta configuração utilizando apenas um capacitor de polipropileno é das Arábias....

- Agora imagina o que aconteceria caso capacitor do filtro passa baixa do inversor estiver esgotado???

Utilizando apenas 1 capacitor de polipropileno de 15uF X 250V 50/60Hz.

Onde:

L1 - 3.33 mH
C1 - 15 uF


Agora imagine o C1 com o valor de capacitância em torno de ( 7.5uF ) 50% abaixo do valor nominal.

Efeituando um novo cálculo do filtro passa baixa utilizando os valores do L1 ( 3.33 mH ) e C1 com sua capacitância alterada em 50%.

- Teríamos uma frequência de corte de ( 1007 Hz ) - ( C1 alterado em 50% ).

Frequência de corte ( 1007 Hz ) do filtro passa baixa com capacitor em 50% abaixo do valor nominal.

Note: O negócio vai piorar caso o valor da capacitância estiver alterada acima de 50%, ou ainda temos uma pior situação quando o capacitor estiver esgotado em ( zero ), ou seja, já teríamos problemas muito sério.

Resumo:

Esta configuração utilizando somente 1 capacitor de polipropileno é bem crítico ao nosso filtro passa baixa.

Para resolver o problema relacionado no caso de capacitância abaixo de 50% ou ( zero ) foram feitos novos experimentos práticos neste circuito e simulações das piores hipóteses...

Bom, foram feitas quatro experiências com duas configurações, ou seja, em série e paralelo.


1º experiência:

Foram utilizados dois capacitores polipropileno 30uF X 250V 50/60Hz ligados em série.

- Capacitância equivalente em série -> ( 15uF ) - Original
- Indutor com indutância ------------> ( 3.33 mH )

- Frequência de corte do filtro passa baixa fica em ( 712 Hz ) - ( Valor teórico )

Isso é, caso os novos capacitores de polipropileno fossem perfeitos, na prática isso já não ocorre.

Fora isso nós contamos com problemas relacionados com utilização no decorrer do tempo, ou seja, há também uma tendêcia da queda do valor da capacitância pelos fenómenos da natureza, fazendo este circuito sintonizado com componentes
dimensionados para operação na frequência de corte ( 712 Hz ) teórico começar operar em uma frequência de corte bem diferente dos cálculos.


Agora começa simulações das piores hipóteses...

Uma prova que poderá ser feita seria simulando uma possível avaria do C2 com valor de capacitância com tolerância abaixo de 50% do valor impresso em seu invólucro.

- Utilizando aquela fórmula de associação de capacitores em série com valores diferente para obter o valor da capacitância equivalente.

- Logo após obtermos o valor da capacitância equivalente, teremos que fazer um novo cálculo do filtro passa baixa.

- Agora vamos utilizar os valores da capacitância equivalente da associação em série com o nosso indutor de ( 3.33 mH ).


Note: Os C1 e C2 são de 30uF na descrição em seu invólucro, mas o C2 estou simulando alteração de capacitância.  


Onde:

L1 - Indutor  - 3.33 mH
C1 - 30uF     - Capacitor em perfeitas condições
C2 - 15uF     - Capacitor com sua capacitância alterada em 50%

Capacitância equivalente -> ( 10uF ) - ( C2 alterado )

Calculado o nosso filtro passa baixa com o C2 alterado em 50%.

O nosso filtro passa baixa vai operar com frequência de corte ( 872 Hz )

- Teríamos uma frequência de corte de ( 872 Hz ) - ( C2 alterado ).

___________________________________________________________________


2º experiência:

Nesta experiência uma novidade, foi construído um outro indutor com indutância de ( 2 mH ).

Foram utilizados dois capacitores polipropileno 15uF X 250V 50/60Hz ligados em paralelo.

- Capacitância equivalente em paralelo -> ( 30uF ) - Original
- Indutor com indutância ---------------> ( 2 mH )

- Frequência de corte do filtro passa baixa fica em ( 650 Hz ) - ( Capacitores em perfeito estado )

Simulação de avaria do capacitor C2 na configuração em paralelo:

Note: Os C1 e C2 são de 15uF na descrição em seu invólucro, mas o C2 estou simulando alteração de capacitância.

Onde:

L1 - Indutor  - 2 mH
C1 - 15uF     - Capacitor em perfeitas condições
C2 - 7.5uF    - Capacitor com sua capacitância alterada em 50%

- Capacitância equivalente em paralelo considerando o ( C2 ) com perda de 50% -> ( 22.5uF )

- Então o novo valor da associação em paralelo fica em ( 22.5uF ) - ( C2 alterado )

- Calculado o novo valor para esta situação de alteração do ( C2 ) em 50%

- Frequência de corte do filtro passa baixa fica em ( 750 Hz ) - ( C2 alterado )

___________________________________________________________________

3º experiência:

Ainda utilizando configuração de capacitores em paralelo e indutor com indutância ( 2 mH ).

Neste novo cenário são ligados dois capacitores de 30uF em paralelo resultando em 60uF.

Foram utilizados dois capacitores polipropileno 30uF X 250V 50/60Hz ligados em paralelo.

- Capacitância equivalente em paralelo -> ( 60uF ) - Original
- Indutor com indutância ---------------> ( 2 mH )

Simulação de avaria do capacitor C2 na configuração em paralelo:

Note: Os C1 e C2 são de 30uF na descrição em seu invólucro, mas o C2 estou simulando alteração de capacitância.

Onde:

L1 - Indutor  - 2 mH
C1 - 30uF     - Capacitor em perfeitas condições
C2 - 15uF     - Capacitor com sua capacitância alterada em 50%

- Capacitância equivalente em paralelo considerando o ( C2 ) com perda de 50% -> ( 15uF )

- Então o novo valor da associação em paralelo fica em ( 45uF ) - ( C2 alterado )

- Calculado o novo valor para esta situação de alteração do ( C2 ) em 50%

- Frequência de corte do filtro passa baixa fica em ( 530 Hz ) - ( C2 alterado )

Esta configuração utilizando dois capacitores polipropileno 30uF X 250V 50/60Hz ligados em paralelo é uma solução mais plausível e confiável ao nosso filtro passa baixa.

___________________________________________________________________

4º experiência:

Aqui neste cenário foi simulado piores hipóteses, onde os dois capacitores estão esgotados em 50%

Utilizando dois capacitores polipropileno 30uF X 250V 50/60Hz ligados em paralelo.

Em perfeito estado teria que fornecer capacitância equivalente de ( 60uF )

Onde:

L1 - Indutor  - 2 mH
C1 - 15uF     - Capacitor com sua capacitância alterada em 50%
C2 - 15uF     - Capacitor com sua capacitância alterada em 50%

- Capacitância equivalente em paralelo ( C1 ) e ( C2 ) com perda de 50% -> ( 30uF )

- Calculado o novo valor para esta situação de alteração do ( C1 ) e ( C2 ) alterados em 50%

- Frequência de corte do filtro passa baixa fica em ( 650 Hz ) - ( C1 e C2 alterados em 50% )

Conclusão: Nas duas últimas experiências e cálculos das piores hipóteses, são mostradas que os melhores resultados e desempenho do ( filtro LC ) é utilização da configuração de capacitores em paralelo.

L1 - ( 2 mH )
C1 - ( 30uF )
C2 - ( 30uF )    

Frequência de corte -> ( 460 Hz )

O que nos interessa apenas, seria à nossa onda senoidal 60 Hz bem lisinha na saída do inversor, ignorando o sinal da alta frequência no chaveamento dos IGBT....

avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 25 Set 2014 - 13:33

Agora é começar desenvolver o conversor DC-DC utilizando aquele driver isolado, e assim juntar os circuitos do conversor DC-DC com o circuito do inversor que já está pronto e testado ao extremo.

Tudo isso no final estaria em uma única PCB de potência, separado da placa de controle.
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Sex 26 Set 2014 - 12:25

Pessoal, só que esta parada de aumentar capacitância associando dois capacitores em paralelo resolvemos um problema, mas vamos criar outro, nem tudo é maravilhas...

2 capacitores de 30uF em paralelo = 60uF

Notem que foi possível diminuir o valor da indutância em 2mH, e também foi possível amarrar com segurança o filtro passa baixa para evitar harmônicas SPWM de alta frequência, caso haja queda brusca da capacitância pela ação do tempo.

Mas só que há outro problema em utilizar uma capacitância alta....

Quem seria hábil em arriscar???? Não importa caso você errar na resposta....

Agora segue os dados técnicos deste inversor onda senoidal 60Hz.

Dados técnicos do inversor:

Potência aparente máxima de saída --> 1KvA
Tensão de saída --------------------> 120Vrms
Frequência de saída -----------------> 60Hz
Fator de potência -------------------> 0.7
Potência ativa máxima ---------------> 700W


Dados técnicos do conversor DC-DC:

Frequência de comutação ------------------> 60Hz
Rendimento --------------------------------> 0.85

Tensão nominal do barramento DC -----------> 200VDC
Tensão mínima do barramento DC  -----------> 190VDC
Tensão máxima do barramento DC  -----------> 210VDC

Corrente RMS no filtro LC com carga resistíva:

5.8A = 700W / 120Vrms

Corrente RMS no filtro LC com carga indutiva:

8.3A = 1000VA / 120Vrms

Corrente de pico no filtro LC com carga resistíva:

8.2A = 5.8A * 1.414

Corrente de pico no filtro LC com carga indutiva:

11.7A = 8.3A * 1.414

___________________________________________________________________


Potência ativa na entrada do inversor:

823.5W = 700W / 0.85

Corrente média na entrada do inversor:

4.1A = 823.5W / 200DCV


Corrente média de entrada máxima do inversor:

4.3A = 823.5W / 190DCV


Corrente média de entrada mínima do inversor:

3.9A = 823.5W / 210DCV

___________________________________________________________________

Com estes dados já é possível dimensionar os componentes necessários do conversor DC-DC e inversor....
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por ferneines em Qua 1 Out 2014 - 10:17

Estimado Rafael .Te saludo con todo respeto.La preente es para comunicarte que intente descargar el archivo del inversor de onda pura con el pic 16f628a y el archivo esta dañado, seria posible si no es mucha molestia me lo enviaras a mi correo te estria eternamente agradecido.
Atentamente desde Colombia tu amigo luis Alberto gracias
avatar
ferneines
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/10/2014
Idade : 50
Localização : colombia

Voltar ao Topo Ir em baixo

que

Mensagem por ferneines em Qua 1 Out 2014 - 16:51

Rafael Silveira escreveu:Quem é vivo sempre aparece! Como vai amigo Anderson! Andastes sumido...
Legal o projeto, bela postagem.
Abraço amigo! Very Happy
Que falta de seriedad en esta pajina con los archivos dañados
avatar
ferneines
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/10/2014
Idade : 50
Localização : colombia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Qui 2 Out 2014 - 0:42

ferneines escreveu:Estimado Rafael .Te saludo con todo respeto.La preente es para comunicarte que intente descargar el archivo del inversor de onda pura con el pic 16f628a y el archivo esta dañado, seria posible si no es mucha molestia me lo enviaras a mi correo te estria eternamente agradecido.
Atentamente desde Colombia tu amigo luis Alberto gracias

Hi Luis Alberto, welcome.

Responsibility of hex files should be only mine.
The problem must be using google translator to read the contents of the page.
The google translator makes mistakes when trying to download.

Warning: You must be logged in 4shared.

Try again...

Copy and paste in your browser...

PIC16F627A:

h**p://***.4shared.com/rar/FgugJiol/INVERTER_PIC_16F1627A.html

PIC16F628A:

h**p://***.4shared.com/rar/XNmxBxo5/FIRMWARE_PIC16F628A.html

- The simulation file was created in Proteus version 7.8.
- The hex files were created in MikroC PRO compiler.

Warning: The files of the microcontroller is just a sine wave modulation signal. To complete circuit sine wave inverter, would require other circuits.

For a better understanding of the topic, take a reading of the pages.

Warm regards..

Anderson M
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por ferneines em Qui 2 Out 2014 - 14:23

cantidad de virus que te dañan tu sistema operativo es lo que se puede descargar de esa pajina de todas maneras muchas gracias por dañarme el sistema operativo
avatar
ferneines
Nível 1
Nível 1

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/10/2014
Idade : 50
Localização : colombia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Sex 3 Out 2014 - 7:44

ferneines escreveu:cantidad de virus que te dañan tu sistema operativo es lo que se puede descargar de esa pajina de todas maneras muchas gracias por dañarme el sistema operativo

Well, well, well...  

Sometimes being a nice guy sharing files and information there is always a price to pay with some mistakes.

Who I??? Are you sure??? I'm reading one such bullshit. Other users downloaded the files without problems.

This could be a joke, I'm laughing too hehehehe. I'm a person of ethics, never would post anything that contains viruses to damage computers.

One more time... ( My files hasn't viruses ).

Do you wish source code of the project???

- I can't, that's a trade secret...  

Do you wish to find guilty???

- Answer....

In other words, the problem would be between chair and computer.

Did you understand what I said???

- Luis Alberto yourself damaged your operating system.

No comments...


avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Anderson M em Sex 3 Out 2014 - 8:10

Rafael, peço desculpas, você acabou tendo responsabilidade pela minha postagem.

Os arquivos postados são funcionais tanto na simulação como na prática, não iria postar algo para sacanear os colegas.

Sinceramente, não vou postar mais o projeto quando estiver concluído por completo utilizando outro MCU, display LCD para informações de tensão corrente etc. Pode ser que poste em um outro tópico somente fotos da montagem, medidas de tensão com carga, formas de onda no circuito desde da placa de controle até na saída do inversor.

Quem acompanha o tópico sabe que este projeto está em desemvolvimento à medida que tenho tempo disponível para elaboração da programação e circuitos.

Este tópico já contém 7 páginas até o momento e mais de 5.000 visualizações, mas com informações tanto minha como do Albert, caso alguém queira se aventurar em um projeto deste porte.

Aliás, este projeto seria para usuários avançados que conhece os procedimentos básicos.

Não vou criar tópicos de amplificadores e fontes, pois aqui no fórum já temos pessoas altamente qualificadas no assunto, que às vezes sofrem com perguntas que já foram esclarecidas e ainda o pior, são os membros que começam dar sugestões sem
fundamentos em modificações, ou seja, os engenheiros de 6 tigelas, há também os que dizem só asneiras com convicção.

Detalhe: Não estou generalizando os membros, sei que aqui em seu fórum há várias pessoas que merecem o meu respeito.

Vejo os brothers que fazem as suas criações e compartilham sofrem com pensamentos leviano de alguns membros, duvidando da idoneidade do autor, mesmo mostrando o projeto funcionando em vídeos e imagens.

Já está quase terminado, foi elaborado o software e simulação do conversor DC-DC, agora é partir para o circuito conversor DC-DC na prática, assim na sequência juntar com o inversor que já foi elaborado, testado e compartilhado o esquema neste tópico.

Repito, esta minha decisão de não postar mais o projeto quando estiver concluído é firme, não só estes como muitos outros de minha autoria que tenho aqui na manga devido alguns ignorantes que surgem e tiram conclusões erradas fazendo o autor do tópico sair como bandido e trapaceiro na história.  

Quero também deixar o meu sincero agradecimento ao Albert, com suas ideias e sugestões válidas que foram sem dúvida fundamentais ao projeto.

Também peço desculpas aos membros que não tem nada haver, mas que merecem saber os motivos pela minha decisão final de não postar mais o projeto quando estiver concluído.          

Prezado Rafael, caso queira trancar o tópico para evitar certos inconvenientes, sem problemas, até porque não vou postar mais nada neste tópico.

Mais uma vez peço desculpa...

Abraço...
avatar
Anderson M
Avançado
Avançado

Mensagens : 401
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : São Paulo/SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por CMeletronica em Sex 3 Out 2014 - 12:09

CARO amigo Andersom M nada disso não deve para um otimo projeto que poucos disponibilizam com tantas explicações por que alguem que não sabe baixar nada na internet pois eu tenho os arquivos baixados e ate hoje meu sistema esta em perfeito funcionamento , pense nos outros usuarios pois voce encerrando agora muitos serão prejudicados .

Não fique chateado com uns ou outros que vem e criticam sem mesmo tentar enviar uma MP ou email na verdade amigo pode até ser pessoas que ja tem a intenção de criticar .
avatar
CMeletronica
MODERADOR e PARCEIRO
MODERADOR e PARCEIRO

Mensagens : 3137
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 37
Localização : TRÊS RIOS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversor 12 DCV - 120 ACV onda senoidal com PIC (Encerrado)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum